CONSULTAS BOA VISTA SCPC ONLINE

CÓDIGO    SENHA   

ACII e Quero Segurança analisam segurança em 2020.

Representantes da ACII e Quero Segurança

 

Comércio e empresas fechadas. Famílias em casa. Maior número de entregas via delivery. Estes fatores, motivados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), resultaram em maior número de furtos e roubos no comércio de todo o país em 2020. O efeito da pandemia que causou o isolamento social teve um cenário propício para que criminosos pudessem roubar empresas consideradas "Não Essenciais" que sofreram com o fechamento na pandemia, trazendo assim grandes prejuízos aos empreendedores. O distanciamento social traz uma falsa sensação de proteção, pois a criminalidade usou desse momento para agir e realizar furtos e arrombamentos em empresas e residências em todo o país.

A Associação Comercial Industrial de Ituverava (ACII) através da empresa associada Quero Segurança que atua no ramo de monitoramento empresarial e residencial a mais de 17 anos apresenta dados da segurança em nossa cidade em um ano em que a segurança foi colocada à prova devido às condições e regras da pandemia. O representante da empresa, Sr. Wiston Ribeiro (Barão) aponta a mudança do cenário com a chegada da pandemia da Covid-19 que mudou a vida dos comerciantes e consumidores de Ituverava.

"Ausência de pessoas circulando nas ruas e o confinamento em casa aumentaram os números de furtos e arrombamento em até 25% em todo o país e em Ituverava não foi diferente. Para a criminalidade não existe hora ou dia para furtar mais sim o momento certo, o famoso “fique em casa” não atinge os criminosos como atinge empresários e famílias. Os dados colhidos do ano de 2020 da Quero Segurança através dos nossos clientes como empresas e residências apontaram que os patrimônios monitorados sofreram menos impacto do que empresas e residências que não possuem o sistema de segurança. A vulnerabilidade dos locais chamou a atenção dos criminosos no ano da pandemia, a falta de movimento nas ruas proporcionou um cenário atrativo para os criminosos. Devemos neste momento fazer um diagnóstico no local de trabalho ou residência para identificar supostas falhas de segurança, saber a onde estão os pontos fracos é fundamental para que você saiba onde deve investir e proteger seus bens e familiares. “disse Barão.

O ano de 2021 se iniciou com a nova preocupação de como a economia vai se comportar mediante as novas restrições, dessa forma é preciso entender que o ano virou porém a pandemia continua. Com as incertezas de como será a vacinação em nosso país, o objetivo é continuar com as restrições de distanciamento social, onde vimos ao longo de 2020 que cada estado e município vem tomando suas providências em relação ao enfrentamento do novo coronavírus. Desta forma os cuidados com a segurança devem continuar em 2021, com as experiências do ano anterior a empresa Quero Segurança avalia o novo cenário pós 2020 que já apontam algumas mudanças que poderão afetar ainda mais a segurança.

"A Quero Segurança vem estudando o comportamento da segurança no momento em que se iniciou a pandemia no Brasil, a empresa buscou entender a nova fase que estamos passando para prestar um serviço eficaz ao seus clientes. Em 2021 com o fim do auxílio emergencial que hoje tem ajudado muitas famílias que sofrem com o desemprego devido a pandemia podemos apontar um aumento na violência em grande parte do país. Precisamos estar cientes que isso poderá acontecer devido à falta de recursos que a pandemia vem trazendo junto com a doença. O momento agora é de reflexão, devemos cuidar da saúde, família e dos nossos bens, pois estamos passando por um período de turbulência onde infelizmente podemos passar por situações desagradáveis e complexas até o final dessa pandemia." disse Barão.

O presidente da ACII o Sr. Vicente Paulo Vieira destaca a importância da segurança nesse momento onde a pandemia pode ocasionar aumento de danos e prejuízos aos empresários em 2021.

"Passamos por um ano difícil e cheio de incertezas não apenas economicamente mas em relação a segurança das empresas do comércio local que foram afetadas devido ao isolamento social e o fechamento no período rigoroso da quarentena. Devemos tomar uma nova postura para o ano que se inicia, preocupando zelar pela nossa saúde e pela segurança dos nossos familiares e investimentos. Com os dados adquiridos pela empresa Quero Segurança sabemos que estamos em um momento de alerta no qual o prejuízo de um furto ou qualquer tipo de dano se torna ainda maior para o empresário devido a economia instável. Gostaria de agradecer também o apoio da Polícia Militar que vem apoiando o comércio de Ituverava no período da pandemia e sempre esteve junto com a ACII e com a classe empresarial. “ressalta o presidente”.

FONTE: AC de Ituverava

 




<< Voltar

Associação Comercial e Industrial de Ituverava
Rua Cel. José Nunes da Silva, 277 - Centro - | Ituverava/SP - 14500-000 - acii.ituverava@gmail.com
Imagem